quarta-feira, 1 de julho de 2009

de aniversário

foto da série "orquídeas"; R.M., 2007

.

Penso em você com ternura
Penso em você com afeto
Às vezes bem que te esqueço – é fato...
Ninguém é assim tão perfeito – ou chato!

Porém se de ti me esqueço
É só pra lembrar em seguida
Pois tua lembrança, reconheço,
Me faz bem à vida...

Da vida se vem, e nela se vai
A tudo contém, em tudo se esvai
Mas se entre chegada e partida
Da vida almejamos boa guarida

Guardemos não só na lembrança,
Amiga: se cada um é de si e se tem
Vida com vida se trança...
E cuidar de ti me faz bem!



.

R.M.
para Norma O.
jun/jul, 2009

5 comentários:

betina moraes disse...

verso bonito, delicado presente de aniversário.

bom que há sempre produção aqui no teu blog!

grande abraço, Raul.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que lindeza!

A última estrofe, por si só, é encantadora...

Beijo.

há palavra disse...

Olá, Betina:

Adoro presentear! E escrever "tocado" por algo ou algo que vem de alguém é sempre mais prazeiroso!

Abraço de bons caminhos!

há palavra disse...

Olá, Renata:

Grato pelo comentário elogioso - e atento!

Abraços, tudibom nos caminhos...

Ana Patrocínio disse...

Ai Raul que lindo! rs
Adorei!