sexta-feira, 9 de agosto de 2013

quarta-feira, 27 de março de 2013

meio


ser em meio
nem metade
nem inteiro

pura arte
ser parte e não
à parte

apenas ser
ou então vencer
à duras penas

a vida – breve –
em luta livre ou
poema leve

em resumo
eis o sumo da questão
meu irmão:

a pedra no caminho
do meio –
ou não






[R.M.]

+

imagem
Raul Motta; Sem título; nanquim a pincel sobre papel; 2013

quarta-feira, 20 de março de 2013

sobre branco




branco na memória
espaço propício
aquiagora





[rm]

+
imagem
Raul Motta; Sem título [lua-planta]; nanquim a pincel sobre papel, 18.mar.2013.

in vino








EUFORIA
ALFORRIA
DO
EU





[rm]

+

imagem
Raul Motta; "Leve"; nanquim a pincel sobre papel; 18.mar.2013

domingo, 17 de março de 2013

areia


para foto de Renata Arpa





areia é pedra 
que o tempo desfez
tapete suave 
suporte gravado a teus pés
registro
vestígios
traços enquanto o vento não vem






[RM]

+

segunda-feira, 11 de março de 2013

OVNIPOEMA







COMETA
SEM META
DO CÉU
AO CHÃO
O POEMA
ABDUZ
O POETA






[R.M.]
+
imagem:
Raul Motta; sem título; nanquim a pincel sobre papel; 2013.



sábado, 16 de fevereiro de 2013

o ver



ASCENDE















ACENDE
ASCESE









[r.m.]

+

imagem
Raul Motta; Sem título; nanquim a pincel sobre papel, 2013

sábado, 2 de fevereiro de 2013

silen-cio ou ilumina[n]do pela palavra






( SILENCIO )




:






ÓCIO

EM

CIO



 




[R.M.]

+

imagem
Raul Motta; Sem título [ready-made]; Folha de papel sulfite branco; 29,7 x 21,0 cm

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

grafito



O GESTO
A
JATO
JÁ É
  O  

FATO

 




[r.m.]
+
imagem
Foto Lídia Costa; grafitando em Santa Teresa, Rio

centro




       minha cidade
      existe
      na rua
      resiste
      à toa
      deleita-se
       em ócio
       troça
         do tédio 
       demora
          no tempo 
        que vive
        e
        fica

         (enquanto a pressa -
       a negócios -
      só passa)



[R.M.]

+

imagem
foto Lídia Costa