sábado, 10 de outubro de 2009

um sonho





havia
sol
e luzia
azul flores cheiro
teu abraço
eu você
nada falava
tudo em luz

se dizia




[ R.M. ]



foto R.M. ; série "a vila"; Londrina, 2007

39 comentários:

betina moraes disse...

raul,

um ideal de entendimento capaz de deixar que apenas a luz exista sobre o casal,

é belo o quanto de silêncio pode haver no som de uma luminosidade extrema,


porém,
é sonho...

mas quem o sonha já conhece o caminho do ideal.

como sempre, um verso tocante.

abraços!

Nydia Bonetti disse...

há palavra na luz... e quanta. sonhar assim é bom. :)

beijo, bom fim de semana.

há palavra disse...

Betinamiga,

é sonho, sim, mas também pode vir a ser – nem que seja por um [breve] momento.

"Que pode haver de maior ou menor que um toque?” [Walt Whitman]

Gente suportaria mais?

Abraço grande, sempre nos caminhos...

há palavra disse...

Nydia,

sonhar em palavras é tirar o sonho de dentro e chamar pra perto da gente...

Abraços, bom domingo, tudibom!

BAR DO BARDO disse...

algo no ar
não ar

há palavra disse...

atmosfera sutil
ar de pisces
des-água

Renata de Aragão Lopes disse...

Também falarei do sol
daqui a pouco.
Mas de forma bem distinta...

Belo poema!
Um beijo.

há palavra disse...

Renata,

grato!

Vou aguardar o sol chegar ao doce delira e fazer uma visita - tenho certeza de que sairei de lá "bronzeado" de palavras-luz...

Abraços, tudibom!

A Moni. disse...

Nada falava, e pelo visto, nada faltava.
Poema que abraça... Gostei muito!

há palavra disse...

Moni,

o jogo sinuoso de tuas palavras certeiras! Lúdica precisão...

Tudibom nos caminhos...

[ rod ] ® disse...

sonhos compostos do que há de tão belo... abs meu caro.

Gabriela Buarque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriela Buarque disse...

Gostaria de retribuir sua visita apenas, mas não resisti..
e li
eles
enlaçados
e livres ao mesmo tempo
estes versos
seus
Obrigada.
Bjos, Gabi :)

betina moraes disse...

raul...

obrigada por descobrir o animal...

gracias, gracias!

La Vanu disse...

Raul, obrigada pela visita...cá estou eu a ler suas belas metáforas...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Dá pra flutuar nesse sonho.
Bonito...

Clarice Villac disse...

Quanto mais
a gente lê,
mais sentidos
vê !
Belo poema !

:~)

Renata Luciana disse...

Fui girando, girando, e descobrí na 'Lírica', a tua poesia, e fui ficando, ficando, cantinho de permanecer. bjos

Por detrás das corneas disse...

Talvez seja um sonho
ou talvez não ..
Depende de cada visão.


" E juntos tendo eles mesmo , as suas cores , as luzes que juntas se tornavam infláveis , e de nada mas precisavam."

Lindo poema.
vou te seguir
bejo
Keila

Renata de Aragão Lopes disse...

Raul,

tem andado sumido!

Vim lhe desejar um 2010
repleto de felicidades!
Muitos sonhos realizados;
tantos outros concebidos.

Grande abraço,
doce de lira

betina moraes disse...

professoramigo,

está fazendo falta!

abraços!

LZ disse...

meu nome é Luzia! gostei muito de o ver poetizado

betina moraes disse...

professoramigo,

está fazendo falta II.

betina moraes disse...

professoramigo
está fazendo falta III, :)

Fernanda Huppert disse...

lindo, o calor dos sentimentos é isso.

Abraço

Controvento-desinventora disse...

Ando sonhando poemas e faço poemas, que são sonhos apagados, esperando sua iluminada presença...

Adorei sua manifestação junguiana,te espero no meu blog.

há palavra disse...

Prezados,
estive ausente deste há palavra - não por descaso, não sem motivos.
Agora retomo o fluxo, volto a me comprazer e aprender muitíssimo com a presença e as palavras de todos vocês - sempre mais que comentários: pontes para insights e aberturas para aprendizados poéticos e humanos...
Muito grato pela presença de todos!

há palavra disse...

Rod,
seja bem vindo!
Sonhos e palavras: somar, compor...
Abraços!

há palavra disse...

Gabriela,
tua sensibilidade na leitura - agradeço!
Bem vinda, aguardo tuas próximas visitas...

há palavra disse...

La Vanu!
Como me emociona tudo o que você deixa pender dos teus varais!
Abraços de mais um "admirador"...

há palavra disse...

Walkyria,
flutuar em luz... Belo insight!
Grato pela presença...

há palavra disse...

Clariceamicíssima!!!
Estamos de volta...

há palavra disse...

Renata Luciana,
girando, ficando, permane[c/s]endo... Palavras, visitas tuas, bem vindas serão sempre...
Abraços!

há palavra disse...

Keila!
Que belo diálogo!
Te seguirei também...
Abraços!

há palavra disse...

Olá, Renata!
Em meio ao ano eu agradeço os votos - e espero que 2010, até o fim, ainda lhe guarde bons caminhos e belas surpresas!
Grato pela beleza da sempre-presença!

há palavra disse...

o dia
em nome aceso:
Luzia

.

Grato pela visita!

há palavra disse...

Fernanda,
"o calor dos sentimentos"... - você disse tudo: é isso!
Grato pela visita, pelo rastro de calor nas palavras...

há palavra disse...

Cláudiamiga,
rosa-flor-dos-ventos,
Iansã,
poeta!

Angélica Lins disse...

Iluminadamente escrito.

Belo!!!

Beijo