quinta-feira, 29 de julho de 2010

agora e sempre





belo elo
entre tantos
somos dois

belo elo
entretanto
somos nós







R.M.
para Chris


[foto Chris Valente]

14 comentários:

Cris disse...

Olá meu amigo, lindo, lindo, sua forma poética de escrever...estou sempre aqui lendo e relendo esta deliciosa brincadeira de palavras e sentimentos...já pensou em publicar seus poemas em um livro? Vale a pena!!!! Bjkss "bons caminhos" Cris.

Paulo disse...

Bonito poema. A foto é maravilhosa. É tua também?

Marcio Nicolau disse...

Raul, já recebi você em meu espaço, mas veja: não conhecia ainda o movimento interessante que você está gerando aqui, que surpresa!
Escrevi um poema esta semana que acho que você vai gostar, não deixe de ver.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que lindo!

"Agora e sempre",
amém.

Um beijo,
Doce de Lira

betina moraes disse...

porfessoramigo,

o jogo com as palavras ficou genial.

a foto é perfeita como corrente, elo é representação dos nós de nós.


nós são elos fortes! o amor é uma força espetacular!

parabéns, aos dois, pela foto e ação em palavras.

beijos.

Clarice Villac disse...

.
sugestivos versos

interseção de dimensões

interiores


intrigante foto

interligando sugestões

exteriores

.


Parabéns aos dois artistas !

[ rod ] ® disse...

No elo da vida muitas partes perdem-se pelo simples ato do desprezo.

Abs meu caro.

há palavra disse...

Cris,
grato pela gentileza...
Estou sentindo tua falta na Escola!
Abraços e bons [novos] caminhos!

há palavra disse...

Paulo,
agradecido pela visita!
As mãos são a minha e a da Chris, mas o olhar é só dela.
Abraços, volte mais vezes!

há palavra disse...

Márcio,
meio relapso que ando, respondo a este teu convite dias depois de aceitá-lo... Grato pelas palavras, o movimento só é interessante porque existem as visitas!
Abraços e até as próximas...

há palavra disse...

REnata,
teu comentário me fez lembrar - ou quase, poque não lembro quem disse... - que um poema é sempre uma forma de oração...
Agradecido pela leitura atenta!
Abraços...

há palavra disse...

Betina,
amiga,
cê sabe que às vezes fico esperando teu comentário, eles sempre me lançam em um olhar distinto [nos dois sentidos!], me alojam em um "outro" lugar...
Abraços afetuosos...

há palavra disse...

Clarice!
Que bom te receber por aqui!
Tua resposta é pura poesia... Acho que acabamos produzindo mais um diálogo, como tantos outros, né?
Abraços, grato pelo olhar...

há palavra disse...

Rod,
teu comentário me faz pensar: é o lastro que cria o vínculo, o lastro pesa sem pesar...
Grato pela leitura, pelas ressonâncias...