quinta-feira, 2 de agosto de 2012

são



palavras -

esses grãos -


ração
da minha
razão



[rm]

+

imagem:
Raul Motta; sem título; nanquim sobre papel, agosto de 2012

12 comentários:

Clarice Villac disse...

Interessante percepção !

Raul Motta disse...

Grato, Clariceamiga!

Bons caminhos...

Clarice Villac disse...

.
o broto
segreda seu sonho
projeta sua aura
no cerne
da folha...
.

Raul Motta disse...

Belo diálogo, Clarice poetamiga!

Cristiano Marcell disse...

Você,amigo, é grão-mestre nas palavras!

Raul Motta disse...

Cristiano,

bondade de poetamigo...

Abraços, bons caminhos!

Dolce Vita disse...

Tua palavra esculpe o sentido. Sempre muito bom ler-te.

Júllio Machado disse...

(...) são os símbolos da sua percepção. As ditas cujas, justapostamente, "racionalmente", bem alinhadas movem montanhas de possibilidades. Pra mim , é o maior mistério; o maior advento do "homem". As palavras são mágicas,um realismo fantástico, indizível! Enfim,se for de fato se alongar, dá um tratado de infinita reconceituações.
Abraços! (Belo tema. Gastronômica ração)

Raul Motta disse...

Dolce,

tua leitura acrescenta sentido[s].

Abraços, bons caminhos!

Raul Motta disse...

Júllio,

compartilho do teu entusiasmo por esses pequenos [?!?] grãos que são as palavras...

Grato pela presença e comentário, bons caminhos!

Cynthia Lopes disse...

minha
ração
diária
emoção

bjs

Raul Motta disse...

Cynthia,

razão
emoção
rima
contradição
solução


Abs., bons caminhos!