quinta-feira, 30 de abril de 2009

horas são


a cada dia
do pão a alegria
seja semente

da alma seja
sacerdote e guia
de toda gente


[ R.M. ]
.
"estela"; R.M., xilogravura; s/d
.

8 comentários:

betina moraes disse...

R-a-u-l...

fiz o que pude lá em meu blog para agradecer-te como merece a ocasião.

fui "acarinhada" pelas tuas palavras. foi muita gentileza.

vim aqui para trazer minha palavra dita na emoção:

muito obrigada! o poema é lindo.


quanto as letras daqui a qualidade é superior.


*divagando*

a "vida" em blog é engraçada, você vai (ou já) reparar(ou)que a qualidade para algumas pessoas não importa tanto realmente. "muitos seguidores", "muitos comentários" e o conteúdo extremamente desanimador.

poucos são como o moço aí. parabéns pela gradiosidade.

um beijo!

Iara disse...

Betina mandou Guru e eu vi o mandado. Mandei-me e cheguei aonde há palavras, em redemoinho perfeito, em exato encanto. Coisa boa de se cumprir é ordem que leva a gente ao belo.
Gostei, 1/2 professor Raul!
Sorte inteira pra vc!!!!

há palavra disse...

Olá, Betina!
Também já fiz o que pude, no teu blog, para agradecer-te do modo como são merecedores seus agradecimentos...
Abraços, bons caminhos!

há palavra disse...

Bem vinda, Iara...
Agradecido pela leitura e pelo registro - ainda mais poético!
São tão gratas as surpresas, numa manhã de domingo...
Abraços, bons caminhos pra ti!

Iara disse...

Em outras manhãs, caso queira possa pousar olhos em histórias várias, visite: http://www.mesadoeditor.com.br/popup_obras.php?opt=obras&cd_autor=2933

Não sou boa em poemas, mas palavras sempre me cercam e eu as acolho com gosto.

Forte abraço!

betina moraes disse...

Raul,

a presença de Iara é de grande valor!

(que bom iaiá que você sempre está atenta ao belo, qualidade rara, rara!um beijo querida)


abraços Raul!

Renata de Aragão Lopes disse...

Belíssimo, Raul!
Oração em versos...
Adicionarei seu blog entre minhas "delícias alheias", para acompanhar a sua produção literária.

há palavra disse...

Olá, Renata:

Sigo os passos de teu passeio!

De certo modo, todo poema é uma oração, ainda que laica - porque nenhum poema nunca é em vão...

Este poema se compõe de estrofes estruturadas metricamente como haicais - poemas clássicos japoneses de três versos com 5, 7 e 5 sílabas. Quando comecei a escrever, escrevia haicais apenas - tocado pelo meu apreço pela cultura oriental e, particularmente, a japonesa. Já deves conhecer os haicais, né? Gosto deles pois são um misto de insight e reverência - às coisas simples do mundo, que encontramos pelo caminho... E, para mim, isso é oração - no sentido mais ampliado da palavra... Acho que por isso "escolhi" escrever este poema na forma de dois haicais em sequência...

Abraço pra ti, bons caminhos!