quarta-feira, 18 de julho de 2012

metaconfissão

"Eu nunca soube usar à crase corretamente."




[rm]

14 comentários:

Cristiano Marcell disse...

Meu caro, não tens nada à temer!

rsrsr

Ana Ribeiro disse...

A poesia é seu perdão.

Raul Motta disse...

A poesia e a compreensiva bondade dos leitores amigos, Ana!

Abraços, bons caminhos...

Raul Motta disse...

Verdade, Cristiano! Estou em ótima companhia... rs...

Abraços, bons caminhos!

Daniela Delias disse...

rs...

Adorei!

Bjão, Raul :)

Raul Motta disse...

Grato, Daniela!

Abraços, bons caminhos pra ti!

Lucas Holanda disse...

Não à problema algum nisso.
Problema é ter à alma tão pequena
que nada valha à pena.

Arnoldo Pimentel disse...

Passei para agradecer o comentário em minha entrevista ao Poetas de Marte. Gostei muito do seu espaço, li alguns textos. Bastante original seu trabalho, poesia visual, também gosto.Parabéns amigo poeta, já te sigo aqui.

Dolce Vita disse...

rsrs... Problema é não saber usar a palavra. Bom demais, Raul! Beijos

Raul Motta disse...

Lucas,

é isso: a gramática não pode ser dramática!

Abraços, bons caminhos...

Raul Motta disse...

Arnoldo,

muito bom conhecer teu trabalho também - já sou seguidor e vou seguir ligado!

Abraços, bons caminhos!

Raul Motta disse...

Dolce,

grato pelo apoio moral... e poético... rs...

Abraços, bons caminhos!

Cynthia Lopes disse...

e quem sabe
ou soube?
bjs

Raul Motta disse...

Só mesmo os corretores automáticos e os gramáticos, Cynthia...

Abraços, bons caminhos!