sábado, 24 de setembro de 2011

temp[l]o dentro



no templo
do tempo
contemplo



.


originalmente publicado aqui




+
imagem
Raul Motta; "Contemplativo"; grafite s/ papel; s.d.

8 comentários:

Leonardo B. disse...

[o inteiro horizonte que se inicia pela palavra adentro, renascida tempo]

um abraço,

Leonardo B.

Raul Motta disse...

Leonardo,

teu comentário é pura prosa poética!

Grato pelo fino diálogo,

abraços!

Lua Nova disse...

A contemplação é o tempo em nós.
Lindo.
Beijokas.

Raul Motta disse...

Lua,

disse tudo e tocou fundo com pouco - palavras de quem olha pra dentro - e vê!

Abraços, bons caminhos...

Aclim disse...

Belo...

Abraço

Raul Motta disse...

Aclim,

grato pela presença,

bons caminhos...

Alice disse...

Às vezes só não sei o quê.

Você diz tudo em tão pouco, tua poesia é elegante! :)

Um beijo!

Raul Motta disse...

Aliceamiga,

um elogio assim enrubesce a gente...

Abraços, bons caminhos!