domingo, 26 de fevereiro de 2012

poememprocesso

inspira
transpira

inspira

transpira
transpira

inspira

transpira
transpira

transpira

transpira
transpira
transpira

não para
não pira

expira

espera

e inspira...







[R.M.]

11 comentários:

Cristiano Marcell disse...

Num breve suspiro!

Cristiano Marcell disse...

Prezado(a)amigo(a), bom dia!

Visite o http://poetasdemarte.blogspot.com e leia a entrevista com Jair Lopes, do blog Hai Kai Dentro.

Obrigado desde já!

Muita paz!

Raul Motta disse...

Cristiano,
visitei teu haicai e não machuca, belos os haicais "praieiros", o da maré surpreende no último verso - mas tentei postar um comentário e não consegui...
Já tinha ido à Marte, achei que o recesso de Carnaval ainda não havia terminado - principalmente depois de sentir o "clima" do hai cai e não machuca...
Vou de novo agora,
abraços...

Fred Caju disse...

E quando para? Não para.

Ana Ribeiro disse...

Como sempre, pura inspiração...

Sahara Higino disse...

Frequência vívida.
Se para, tudo para.

Vanessa L. disse...

Adoro esse jogo de palavras...

Beijo^^

http://somdospassos.blogspot.com/

Raul Motta disse...

Fred,

e não para mesmo!

Abraços, bons caminhos...

Raul Motta disse...

Ana,

escrever é inspirAÇÃO pura!

Abraços, grato pela presença e comentário!

Raul Motta disse...

Sahara,

sintonizou bem a frequência...

Abraços, bons caminhos pra ti!

Raul Motta disse...

Vanessa,

quanto mais lúdico, mais lúcido!

Abraços, grato pela presença e comentário!