segunda-feira, 26 de março de 2012

ensaios

"Barquinho"; Renata Linhares, guache s/ papel, s.d.


o ser
em instável equilíbrio
sai de si
busca o amparo

o ser
em instável equilíbrio
cai em si
ampara-se na busca



[r.m.]

17 comentários:

Fred Caju disse...

Eu particularmente gosto e adoto esse tipo de construção. Muito bom, Raul!

sandra camurça disse...

Bonito e verdadeiro isso, Raul. Ou melhor, bonito porque verdadeiro!
Abraços!

Clarice Villac disse...

É pra gente ficar pensando...

dá margem pra muitas reflexões...

Raul Motta disse...

Fred,

forma é conteúdo - nénão?

Abraços,

grato pela presença e lucidez!

Raul Motta disse...

Sandra,

teu comentário me lembrou o belo poema "Morri pela Beleza" da minha musa Emily Dickinson:

"Morri pela Beleza - mas mal me tinha
Acomodado à Campa
Quando Alguém que morreu pela Verdade,
Da Casa do lado -

Perguntou baixinho "Por que morreste?"
"Pela Beleza", respondi -
"E eu - pela Verdade - Ambas são iguais -
E nós também, somos Irmãos", disse Ele -

E assim, como parentes próximos, uma Noite -
Falámos de uma Casa para outra -
Até que o Musgo nos chegou aos lábios -
E cobriu - os nossos nomes -"

Grato pela presença e palavras, bons caminhos!

Raul Motta disse...

Clarice,

as melhores reflexões são mesmo feitas à margem...

Abraços, grato pela presença e bons caminhos!

Cristiano Marcell disse...

Ninguém brica com as palavras tão bem quanto você nessa blogosfera!

Muita paz!

Alice disse...

E a busca é o que ele tem ou o que lhe faz?

Beijos.

Raul Motta disse...

Cristiano,

o elogio é do tamanho da sua generosidade...

Abraços, grato pela presença sempre bem vinda!

Raul Motta disse...

Alice,

boa, muito boa - pois filosófica - pergunta...

se a busca é caminho
e se faz com o coração
nesse caminhar apenas me pertence
o que não posso levar nas mãos...

Abraços!

Parole disse...

Uma delícia brincar com as palavras assim... e brincando diz coisas sérias.

Adorei.

Beijinhos e bom domingo.

Regina Pouchain disse...

Oi Raul, você esqueceu seu caderno de anotações na exposição do Padín. Está com Wlademir. Escreva para mim.
Um grande abraço e parabéns pela matéria sobre a exposição "Escritos em Liberdade".
Regina
pouchain.regina@gmail.com

Raul Motta disse...

Grato!

Brincando, brincando... se va lontano!

Abraços, bons caminhos...

Lívia Inácio disse...

Raul, que coisa linda!

é a mais pura verdade derretida em versos!

Raul Motta disse...

Lívia,

grato pela presença e comentários!

Já sigo tuas Letrinhas Dispersas...

Abraços, bons caminhos!

Raquel Beatriz disse...

todos os meus dias são de instavel equilibrio!!!

lindo blog!

Raul Motta disse...

Grato, Raquel!

Sigamos nos equilibrando... na vida... na escrita...

... e na escrita da vida...

Abraços!